As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Toffoli, a mulher e o filho do presidente

Pedido da defesa de Flávio, primogênito de Jair Bolsonaro, serviu como uma luva para presidente do STF impedir investigação da PF na banca de advocacia de sua mulher e facilitar lavagem de dinheiro

José Nêumanne

19 de julho de 2019 | 11h36

Quem diria que esse abraço entre os presidentes do STF e da República poderia tornar-se o início de uma profícua amizade para dois maiores da República? Foto: Dida Sampaio/Estadão

O presidente Jair Bolsonaro chamou o advogado-geral da União, André Mendonça, indicado a Michel Temer por Dias Toffoli de “terrivelmente evangélico”, dias depois de ter dito que falta alguém com essas características no STF. Os clientes da banca da advogada Roberta Rangel, mulher do presidente da Corte, foram procurados pela tropa de elite da PF para dar informações. De repente, não mais que de repente, o ex-advogado-geral de Lula suspende monocraticamente compartilhamento de dados do Coaf com MP e PF contra o que ele mesmo chamou de “vingança” de autoridade e, com isso, beneficia Flávio Bolsonaro, Gilmar Mendes, Fabrício Queiroz, PT, Lula, Glenn Greenwald, PCC, etc. coisa e tal. Terão sido meras coincidências?

Para ouvir o comentário clique aqui e, em seguida, no play

Assuntos para o comentário da sexta-feira 19 de julho de 2019

1 – A manchete do Estadão hoje é “PF ordena suspensão de investigações após decisão de Tofoli”. Você acha que a Polícia Federal fez bem ao decidir interromper todas as investigações com dados do Coaf sobre vida bancária dos investigados, como decretou do presidente do Supremo Tribunal Federal, ao proibir compartilhamento dessas informações

2 – O que o direito do cidadão comum tem a ver com o compartilhamento de dados sigilosos do Coaf com Ministério Público e Polícia Federal, usado como pretexto pelo autor da ordem monocrática, de acordo com quem “houve uma sede de poder dos órgãos de controle”

SONORA_TOFFOLI 1907

3 – Que argumentos o professor Modesto Carvalhosa, da USP, usa para caracterizar a decisão pessoal e isolada de Dias Toffoli como “crime de responsabilidade”

4 – Que relação pode haver, a seu juízo, entre o favor feito por Toffoli a Bolsonaro e a definição que este deu ao advogado geral da União em solenidade recente

5 – Você tem alguma ideia de por que o juiz Marcelo Bretas, que conduz a Operação Lava Jato no Rio de Janeiro, disse que ela errou ao não dar a devida atenção ao Poder Judiciário

6 – O chefe da Casa Civil de Bolsonaro, Onyx Lorenzoni,  disse que a medida anunciada para retomada da economia, permitir saques do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço, teve seu anúncio adiado para semana que vem. Não se pode elogiar antes do tempo. Será que o pessoal está roendo a corda

SONORA_ONYX 1907

7 – “Pretendo beneficiar meu filho sim”, disse o presidente Jair Bolsonaro ontem. O que pode haver de comum de Tilden Santiago e Oswaldo Aranha com Eduardo Bolsonaro

8 – Será que existe em algum dicionário o verbete que dá o significado do verbo futurar-se

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.