Terceira via, uma ova!
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Terceira via, uma ova!

Ao execrarem polarização e guerra e se proclamarem da terceira via, candidatos fora do segundo turno não sabem ou fingem não saber que eleição em 2 turnos se resolve com preferência num e rejeição no outro

José Nêumanne

05 Outubro 2018 | 06h56

No debate da Globo, cada um dos candidatos fora do segundo turno, segundo pesquisas, se propõe a ser terceira via. Foto: Wilton Jr./Estadão

Nos últimos programas a que tinham direito no horário de propaganda eleitoral no rádio e na televisão, os candidatos à Presidência da República que não contam mais com a possibilidade de disputar o turno final, que, segundo as pesquisas, manterá na liça Jair Bolsonaro e Fernando Haddad, apelaram para um uníssono pacifista. Ciro Gomes, Geraldo Alckmin e Marina Silva condenaram a polarização entre os extremos e se propuseram como terceira via, talvez uma referência ao fato de serem três, pois nada mais os une. Trata-se de uma grande tolice: para assegurar o apoio da maioria ao vencedor o eleitor vota em quem prefere no primeiro turno e contra quem não quer no segundo. Este é meu comentário no Estadão Notícias, no Portal do Estadão desde 6 horas de sexta-feira 6 de outubro de 2018.

Para ouvir clique aqui e, em seguida, no player