Tentando ficar de pé

Tentando ficar de pé

Temer resolve sair das cordas tomando decisões, que o tempo dirá se estão corretas

José Nêumanne

29 de maio de 2017 | 19h14

Temer deixa Palácio do Jaburu ao lado de seu novo advogado pra toda obra, Jardim Foto Nilton Fukuda/Estadão

O Podcast da segunda-feita 29 de maio de 2017 começa com meu Direto ao Assunto sobre as mudanças da biruta de Gilmar Mendes de acordo com os ventos das delações, as agruras do tucano Aécio Neves e a troca de ministros da Justiça e da Transparência por Temer, agarrando-se em fios descapados. Alexandre Garcia constata, em seguida, que o País ficou ainda pior do que estava quando ele saiu de férias, há três semanas, a troca do ministro da Justiça, o que este, Torquato Jardim, diz sobre o TSE e delação de Joesley Batista. Eliane Cantanhêde fala sobre Temer tentando sair das cordas tomando decisões (no fim de semana houve até troca de ministros (aliás, o Estadão deu sorte, porque entrevistou Torquato Jardim, o novo da justiça, bem na sexta-feira. Para Eliane, a semana tem foco no julgamento pelo Supremo sobre o fim do foro privilegiado, que está como Temer: caí-não-cai. Gustavo Loyola comenta o relatório Focus, já refletindo alguns relaxos da crise, a FGV publicando o índice de confiança da indústria e a expectativa sobre os resultados da reunião do Copom esta semana. Sônia Racy constata a iniciativa privada mais calma. E Marília Ruiz lamenta a falta de homenagens a nossos ídolos.

Para ouví-lo clique aqui

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.