Temer solto
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Temer solto

Athiê foi afastado do TRF 2 por sete anos e reconduzido por decisão do STF após Ministério Público desistir da acusação contra ele de que acertava sentenças com advogados e ontem mandou soltar Temer

José Nêumanne

25 de março de 2019 | 19h34

Ex-presidente ficou fim de semana numa sala de 46 metros quadrados na sede da Polícia Federal no Rijo. Foto: Ricardo Moraes/Reuters

O relator do habeas corpus requerido pela defesa do ex-presidente Michel Temer decidiu na semana passada convocar a 1.ª Turma do TRF-2 para julgar definitivamente o pedido na quarta-feira 3 de abril, dois dias após o dito da Mentira. Mas depois mudou de ideia, dizendo-se inteirado do ocorrido e, portanto, pronto para julgar. Antônio Ivan Athiê está de volta à corte desde 2011, autorizado a julgar pelo STF depois que o MPF se disse incapaz de encontrar provas para o crime de que foi acusado – de acertar  sentenças com advogados de defesa. Como de hábito, mandou soltar. E produziu uma pérola de decisão em que se diz fã da Lava Jato. Enfim, a Justiça brasileira não perde ocasião de nos envergonhar. Este foi meu comentário no Estadão às 5, ancorado por Gustavo Lopes e retransmitido do estúdio da TV Estadão na redação do jornal por YouTube, Twitter e Facebook na segunda-feira 25 de março de 2019, às 17 horas.

Para ver o vídeo no YouTube, clique aqui

Tudo o que sabemos sobre:

Estadão às 5Gustavo LopesMichel Temer

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.