Tem que explicar, presidente!

Tem que explicar, presidente!

Ao contrário do que diz FHC, Bolsonaro será estrela em Davos, mas antes teria de explicar por que filho Flávio conseguiu de Fux do STF que interrompa investigação sobre Fabrício Queiroz na Alerj. Vexame!

José Nêumanne

17 de janeiro de 2019 | 16h38

Flávio e Jair Bolsonaro não deviam apelar para STF, mas exigir investigação rápida, isenta e completa do MP sobre Queiroz. Foto: Adriano Machado/Reuters

Bolsonaro vai ser o primeiro latino-americano a falar no Fórum Econômico Mundial de Davos, mostrando que, ao contrário do que diz Fernando Henrique, o mundo quer saber quais são os planos do presidente brasileiro, e isso definitivamente não é uma imagem negativa. Mas antes vai ter que explicar: Flávio Bolsonaro pediu a Fux, que concedeu, para interromper inquérito sobre Fabrício Queiroz; o próprio presidente e outro filho, Eduardo Bolsonaro, embolsaram mais de 33 mil reais para se mudarem. Outros assuntos: 12 parlamentares do PSL estão na China para conhecer tecnologia de reconhecimento visual em aeroportos, violando a lei; senadores eleitos pela primeira vez não conseguem se unir contra Renan; Paulo Guedes dá cartaz ao coroné das Alagoas; e socialista Casagrande passa por cima da Constituição para anistiar policiais do Espírito Santo punidos por terem feito greve. Se gostar deste vídeo, por favor, dê um like, compartilhe no Facebook ou no Twitter, inscreva-se no meu canal e clique no sininho para ser informado quando publicar os próximos. Direto ao assunto. Inté. E Deus é mais!

Para ver o vídeo clique aqui

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.