Mais juízo, Michel!
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Mais juízo, Michel!

Processo contra Geddel revela que Temer abusa da sorte e precisa ter mais juízo do que demonstra

José Nêumanne

13 de janeiro de 2017 | 18h35

Temer deve a Calero não ter sido surpreendido por Geddel pilhado pela polícia

Temer deve a Calero não ter sido surpreendido por Geddel pilhado pela polícia em pleno palácio

Ao surpreender traquinagens de seu ex-secretário de governo, Geddel Vieira Lima, com Eduardo Cunha, a PF pôs Temer em fogo brando. Mas será difícil torrá-lo juridicamente. Politicamente também o presidente é bem protegido, embora sempre providencie um jeitinho de arrumar confusão, como quando levou Gilmar Mendes pra passear em Lisboa no adeus a Mário Soares. Eleições diretas não haverá. Não há no Congresso ninguém com sua liderança para assumir o lugar. Por enquanto, ele continua tendo muita sorte. Talvez lhe fosse útil arrumar pelo menos um pouquinho do juízo, que o impediu de demitir Geddel e manter Calero, tentando salvar o amigo, cuja chance de se safar já era zero.

(Comentário no Direto da Redação 3 da Rádio Estadão – FM 92,9 – na sexta-feira 13 de janeiro de 2017, às 17h33m).

Para ouvir clique aqui e, aberto o site da emissora, 2 vezes no play sob o anúncio em azul

Tendências: