Tanques na rua, Bolsonaro na cadeia

Tentativa de intimidar os deputados na votação da emenda constitucional que sabota as urnas eletrônicas foi um canhestro pretexto do presidente para desviar a atenção do eleitorado de suas bravatas

José Nêumanne

10 de agosto de 2021 | 20h02

Tentativa de assustar a Câmara dos Deputados no dia da votação da PEC do chamado voto impresso em nada melhorou as chances de Bolsonaro de tornar viável sua entrada no segundo turno da eleição de 22. Foto: Gabriela Biló/Estadão

1 – Desfile de tanques de guerra para entregar convite a #jairbolsonaro é provocação inaceitável por qualquer democrata com vergonha na cara. 2 – Tentativa de intimidar o Congresso Nacional na votação do voto impresso, de exclusivo interesse das milícias, é crime gravíssimo, 3 – Somente uma cambada de covardes como os presidentes do Senado, da Câmara e do STF e o procurador-geral da República pode deixá-lo impune. #joseneumannepinto. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver vídeo no YouTube clique aqui

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.