STF: Fux passou a perna em Gilmar

Habituado a fazer da Constituição gato e sapato em votos sempre heterodoxos, relator perdeu para o óbvio na ação contra reeleição no Congresso por desdenhar da astúcia de colegas e aí se deu mal

José Nêumanne

08 de dezembro de 2020 | 21h49

Relator da ação do PTB contra reeleição de Maia e Alcolumbre, vedada pela Constituição, Gilmar  articulou acordo, mas perdeu para astúcia de Fux e Barroso. Foto: Nelson Jr./SCO/STF

1 – Enquanto Dória e Covas anunciam vacina contra covid para 25 de janeiro, dia de São Paulo, Bolsonaro inaugura exposição de roupas usadas por ele e por Michele no dia da posse e insiste no voto impresso para evitar fraude eleitoral. 2 – Fux passou a perna em Gilmar e ganhou, por 6 a 5, votação contra reeleição de Maia e Alcolumbre. 3 – Em artigo na Folha ontem, Ruy Castro chamou Eduardo Pazuello de general da passiva. 4 – Em texto no Globo de hoje, Gabeira compara presidente com imperador romano louco Calígula. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver vídeo no YouTube clique aqui

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.