STF despreza vítimas dos padrinhos
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

STF despreza vítimas dos padrinhos

Cúpula da Justiça faz leis da alçada do Congresso, a gosto de chefões políticos que a nomearam, sem respeitar direitos do povão, que lhe paga altos salários por cargos vitalícios e sem controle externo

José Nêumanne

02 de outubro de 2019 | 16h07

Barroso e Fux, isolados e espremidos na sessão do Supremo em que Marco Aurélio, Lewandowski e de Moraes decidem grau de punição à Lava Jato só por ser popular. Foto: Nelson Júnior/SCO/STF

Em meu artigo na página de Opinião do Estadão hoje – Ao legislar, STF despreza os direitos das vítimas -, afirmo que a cúpula do Judiciário usurpa do Legislativo o poder de fazer as leis, exclusivo dos eleitos, para proteger os chefões das facções criminosas partidárias, que os escolheram para seus cargos poderosos e sem nenhuma autoridade externa que contenha seus óbvios abusos de autoridade. Enquanto isso, o Congresso legisla para engordar as próprias contas bancárias com fundões e desidrata reforma da Previdência tirando mais dinheiro do bolso furado do pagador de impostos. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos libertará.

Para ver o vídeo no YouTube clique aqui

Texto do artigo no jornal:
https://opiniao.estadao.com.br/noticias/espaco-aberto,ao-legislar-stf-despreza-os-direitos-das-vitimas,70003033155

Tudo o que sabemos sobre:

José Nêumanne PintoVídeo no YoutubeSTF

Tendências: