STF censura Crusoé
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

STF censura Crusoé

Toffoli manda e Moraes cumpre a ordem para censurar revista Crusoé por ter publicado reportagem citando delação de empreiteiro corrupto que inclui presidente do STF no propinoduto da Odebrecht

José Nêumanne

15 de abril de 2019 | 16h59

Moraes e Toffoli: protagonistas da censura que avassala Estado de Direito e desmoraliza STF. Foto: Dida Sampaio/Estadão

O relator Alexandre de Moraes do inquérito aberto pelo presidente do STF, Dias Toffoli, para proteger seus pares e parentes e, a pretexto de identificar eventuais agressores nas redes sociais, intimidar críticos da instituição mais impopular da democracia no momento agravou essa impopularidade ao censurar a revista Crusoé do site O Antagonista. O pecado da revista foi contar que o empreiteiro e corrupto confesso Marcelo Odebrecht disse que o “amigo do amigo do meu pai” relacionado no propinoduto da empreiteira-corrupteira é o citado ex-advogado-geral da União e do PT. A censura foi decretada contra um abuso, que foi cometido pelos dois ministros aqui citados ao substituir o “cala boca nunca mais” pregado por Cármen Lúcia pelo “cala boca, gentalha” – nós. Direto ao Assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver o vídeo no YouTube clique aqui