STF afina na resposta a Bolsonaro

Fux recorreu a conceitos jurídicos adequados para responder a insultos do presidente da República, mas errou na dose, pois a resposta teria de ser dada no mesmo tom desaforado

José Nêumanne

03 de agosto de 2021 | 20h48

O presidente do STF,, Luiz Fux, teorizou sobre diferença entre harmonia e impunidade, quando devia ter cuspido na cara de Bolsonaro. Foto: Nelson Jr/STF

1 – A pretexto de responder a provocações autogolpistas de #jairbolsonaro, #luizfux, presidente do #stf, fez discurso genérico contra a impunidade.2 – O #presidentedarepublica imitou Mussolini em motociatta de apoio ao voto impresso pro forma, pois só lhe interessa baderna para dar autogolpe.3 – JBS pagou R$ 9 milhões a Frederjck Wassef, advogado de Bolsonaro e do primogênito, Flávio, lobista secreto de quem tiver pleitos em tribunais.

Para ver vídeo no YouTube clique aqui

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.