As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Só Moro derrotará bolsolulismo em 2022

No Papo com O Antagonista, Nêumanne disse que Bolsonaro e Lula fazem de tudo para se enfrentarem em 22 e o único que póde vencê-los seria Moro,l segundo Moura Brasil

José Nêumanne

02 de setembro de 2020 | 23h06

Bolsonaro e Lula fazem de tudo para serem um o adversário do outro no segundo turno de 22, e só Moro tem condições de evitar isso. Foto: Dida Sampaio/Estadão

O jornalista José Nêumanne Pinto acha que a força política que mais se destaca no momento com perspectivas para decidir a eleição presidencial de 2022 é o bolsolulismo com uma eventual disputa em segundo turno entre o presidente Jair Bolsonaro e o ex-presidente Lula da Silva ou algum poste petista ou esquerdista por este apoiado. Mas ainda falta muito tempo para a eleição e o desafio de uma economia destroçada pela pandemia e pela incompetência do governo ainda deixa tudo em aberto em 13 anos de déficit público pela frente. A afirmação foi feita no Papo com O Antagonista com Felipe Moura Brasil, que afirmou que pretendentes de partidos tradicionais, como o PT e o PSDB, deixarão a vaga para o ex-juiz Sérgio Moro, que atende aos anseios da sociedade por bandeiras que ainda continuam mobilizando eleitores fora da esquerda e da direita.

 

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: