Só Brasil usa picareta para comprar vacina

Revelações feitas pelo cabo PM de Minas Dominguetti na CPI da Covid no Senado são narrativa completa do estado de putrefação moral do Ministério da Saúde no desgoverno Bolsonaro na pandemia

José Nêumanne

02 de julho de 2021 | 22h22

Ao contrário das críticas apressadas à CPI da Covid no Senado, o depoimento do cabo PM Luiz Paulo Dominguetti foi relevante para desmascarar picaretagem na compra de vacinas pelo desgoverno Bolsonaro. Foto: Gabriela Biló/Estadão

1 – O cabo PM de Minas #luizpaulodominguettipereira confirmou à #cpidacovid no #senado que comprador de vacinas do #ministeriodasaude, #robertodiasferreira, lhe pediu propina de #us$1 por dose de #astrazeneca. 2 No depoimento, tentou envolver o #deputadoluismiranda, que denunciou maracutaia na compra de #covaxin ao #presidentedarepublica, mas foi desmentido no ato pelo representante da #davatti no #brasil, #christianoalbertocarvalho. 3 – #pfizer, #astrazeneca, #sinovac, #johnson e #moderna ofereceram vacinas ao #desgovernobolsonaro, que não precisava recorrer a atravessadores como o depoente e #franciscoemersondomiciano. #joseneumannepinto. #diretoaoassunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver vídeo no YouTube clique aqui

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.