Senado dá poder absoluto a STF
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Senado dá poder absoluto a STF

Alcolumbre e Renan, ex-desafetos e agora amiguinhos, conseguiram derrotar PEC de Oriovisto que desafiaria tirania do Supremo limitando folga das decisões monocráticas e abuso na devolução de vistas

José Nêumanne

04 de setembro de 2019 | 18h05

Davi vencedor e Renan vencido uniram-se para derrotar novo senador Oriovisto e fazer do  STF poder absoluto e sem vigia, porque os têm nas mãos. Foto: Dida Samnáop/Estadão

O senador Oriovisto Guimarães (Podemos-PR) apresentou PEC que  limitaria o poder absoluto dos 11 ministros do STF, pois imporia limites a pedidos de vista e decisões cautelares monocráticas no âmbito dos altos tribunais. O projeto obteve 38 votos, 11 menos do que precisava para ser aprovado, 49, três quintos , ou seja, maioria qualificada, e teve 3 menos do que a absoluta, 41. A votação foi liderada pelo presidente Davi Alcolumbre e pelo ex-desafeto e seu atual mais novo amigo de infância, Renan Calheiros, que alegaram autonomia dos poderes. Os  pendurados em processos no STF lhe deram poder absoluto e isso afastou mais os senadores da sociedade, que os desprezará também por terem o Supremo na pior conta, e com toda razão.Direto ao Assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver o vídeo no YouTube clique aqui

Tudo o que sabemos sobre:

José Nêumanne PintoVídeo no Youtube

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.