Senado cedeu ao clamor popular
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Senado cedeu ao clamor popular

Pressão popular por redes sociais na internet foi definitiva para sepultar pretensões de Renan a presidir Senado pela quinta vez, derrotado em disputa que usou todos seus truques pelo novato Alocumbre (DEM-AP)

José Nêumanne

02 de fevereiro de 2019 | 21h05

Alcolumbre encarnou o anti-Renan e, com a desistência do alagoano, teve votos necessários no primeiro turno. Foto: Dida Sampaio/Estadão

Eleição de Davi Alcolumbre, do DEM, para presidente do Senado, sepultou as pretensões do alagoano Renan Calheiros de voltar ao posto pela quinta vez. Além deste perderam feio o presidente do STF, Dias Toffoli, que mandou José Maranhão dirigir uma votação secreta, a senadora Katia Abreu, que furtou a pasta com documentos de votação de 50 a 2 em favor da eleição aberta e deveria ter sido presa por punga por um delegado de bairro e o veterano emedebista paraibano, que meteu os pés pelas mãos na direção da sessão em que, felizmente, Senado cedeu ao clamor popular. Direto ao assunto. Inté. Só a verdade nos salvará.

Tendências: