Sempre suspeito
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Sempre suspeito

Quem atrapalha o Brasil não são Justiça, Polícia Federal nem MPF, como diz Marun, mas presidente que não se dá ao respeito e protagoniza investigações policiais

José Nêumanne

05 Março 2018 | 17h18

Mais uma vez Cunha orna-se incômoda companhia de Temer em inquérito policial

Com a devida vênia, não é nada confortável para o cidadão brasileiro saber que o presidente da República está sendo acusado pela quarta vez e, por ordem do relator da Lava Jato no STF, Edson Fachin, vai ser investigado se participou, ou não, com seus assessores mais próximos do Planalto, Moreira Franco e Eliseu Padilha, seus correligionários do MDB, de terem recebido R$ 10 milhões de propina da empreiteira Odebrecht. O pau-pra-toda-obra do Planalto, Carlos Marun, diz que esse tipo de iniciativa só serve para atrapalhar o Brasil e outro réu, Eduardo Cunha, primeiro grande chefe de Marun, já está recorrendo para ficar longe de Fachin. De fato, o que atrapalha mesmo o Brasil é o presidente estar sempre sob nova suspeição e ser companheiro de desventura penal de um colega ainda mais suspeito, Eduardo Cunha. O resto é lorota…

(Comentário no Jornal Eldorado da Rádio Eldorado – FM 107.3 – na segunda-feira 5 de março de 2018, às 7h30m)

Para ouvir clique no link abaixo e, em seguida, no play:

Para ouvir Valsa de uma cidade, com Rita Lee, clique no link abaixo:

Para ouvir no Blog do Nêumnanne, Política, Estadão, clique no link abaixo:

Abaixo, relação dos assuntos tratados no comentário:

Assuntos do comentário de segunda 5 de março de 2018

1 – Haisem Fachin autoriza investigar Temer, Moreira e Padilha por suspeita de recebimento de 10 milhões de reais em propinas da Odebrecht, segundo delação dos executivos da empreiteira.

2 – Carolina – Como sempre, Carlos Marun foi o primeiro a defender o chefe com unhas, dentes e armas na mão.

3 – Haisem – Eduardo Cunha recorre para tirar o processo da propina da Odebrecht ao PMDB, no qual ele também é réu, da relatoria de Fachin, o implacável.

4 – Carolina – Operação em Vila Kennedy no Rio dá bem uma ideia de como funcionará este ano a intervenção do Exército na segurança do Rio. Tropas entraram e desmancharam as trincheiras armadas pelo tráfico. E aí saíram e os bandidos voltaram a montá-las.

5 – Haisem – Furo sensacional de Roberto Godoy, manchete de domingo do Estadão: ex-militares dão assessoria de combate aos chefões do crime organizado no Rio.

6 Carolina – Fúlvio Julião Biazzi, ex-presidente do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, acusado pelo Coaf de desvios de 23 milhões de reais.O que não apodreceu na gestão pública no Brasil?

7 – Haisem – Adolfo Pérez Esquivel propõe Prêmio Nobel da Paz para Lula. O Antagonista sugere concessão do Prêmio Nobel da Papuda para o condenado.

8 – Carolina – Reportagem de Renata Cafardo no Estadão dá conta de que apenas 2,1 % das crianças pobres brasileiras têm resiliência no estudo, conforme revela a pesquisa internacional Pisa.

SONORA Rita Lee Valsa de uma cidade