Segunda instância de volta
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Segunda instância de volta

Iniciativa do líder do PSL no Senado, Major Olímpio, de exigir votação de segunda instância a Davi Alcolumbre, tem poucas chances de êxito, mas mostra iniciativa de quem não se acomoda, e isso é muito bom

José Nêumanne

13 de fevereiro de 2020 | 13h19

Major Olímpio não desistiu de por para votar reforma do Código Penal que reabilita começo de cumprimento de pena após segunda instância. Foto: Daniel Teixeira/Estadão

O senador Major Olímpio, líder do PSL, levará ao presidente do Senado, Davi Alcolumbre, um abaixo-assinado exigindo o desatrelamento do projeto da Casa sobre a reforma do Código Penal ao projeto da Câmara contra a jurisprudência do STF que proíbe juiz de autorizar a começar cumprimento de pena de condenados em segunda instância. O projeto tem poucas chances de ter sucesso, pois o Centrão conseguiu do destinatário e do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, ambos do DEM, compromisso de votar primeiro a PEC dos deputados e, depois, o PL dos senadores. Mas as decisões do Centrão e do STF precisam ser mesmo combatidas.

Para ouvir clique aqui  e, em seguida, no play

 

Assuntos do comentário da quinta-feira 13 de fevereiro de 2020

1 – Haisem – Quais são, a seu ver, as chances de o grupo Muda Senado conseguir reverter a mudança da jurisprudência no Supremo Tribunal Federal, que proibiu o começo de cumprimento de pena de condenados em segunda instância

2 – Carolina – Por que o deputado Glauber Braga, do PSOL do Rio de Janeiro, insiste tanto em insultar o ministro da Justiça e da Segurança Pública, Sérgio Moro, em audiências públicas na Câmara, como ontem

SONORA_MORO 1302 A

3 – Haisem – Com general na Casa Civil, Planalto terá só militares – é a manchete do Estadão ontem. O que explica a substituição de Onyx Lorenzoni pelo general Braga Neto na cúpula do governo de Jair Bolsonaro

4 – Carolina – Bolsonaro cobra Osmar Terra por contrato suspeito – revela título de reportagem publicado na página A8 da editoria de Política do Estadão. Em que isso pode influir no roque de xadrez do primeiro escalão do governo federal

5 – Haisem – Você entendeu por que Flávio Bolsonaro se pronunciou sobre a morte do miliciano Adriano da Nóbrega, mas o pai dele, presidente da República, preferiu calar

6 – Carolina – O que você tem a dizer sobre a notícia publicada pela Folha de  que auditoria revela 59 anomalias graves cometidas pelo governo estadual tucano na obra da Rodoanel, paralisada no rastro da Lava Jato

7 – Haisem – Dólar alcança maior cotação e Guedes acha positivo – informa título de chamada no alto da primeira página do Estadão. Como explicar isso

SONORA_GUEDES 1302 A

8 – Carolina – Papa rejeita ordenação de casados – é outra informação dada em primeira página no Estadão de hoje. O que, em sua opinião, mantém essa vetusta e singular tradição da Igreja Católica

 

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: