Rua já para Bolsonaro e Anvisa

Aval do comitê internacional que vigia segurança de vacinas e laudos do IML e do IC atestam erro da Anvisa em suspender testes da CoronaVac e justificam deposição de Bolsonaro e demissão da diretoria da agência

José Nêumanne

13 de novembro de 2020 | 20h41

Falta de empatia, insensibilidade, desumanidade, burrice em elevado grau ficaram registradas na imagem de Bolsonaro na live em que mais uma vez fez propaganda contra vacina da covid. Foto: Reprodução/Facebook

1 – Post nojento de Jair Bolsonaro festejando a própria vitória pelo suicídio de um voluntário nos testes da ColronaVac, vacina da parceria do SinoVac com o Butantã, e adiamento por um dia para autorizar a reabertura da pesquisa depois de ter recebido instrução neste sentido do comitê internacional responsável comprovam que a Anvisa e a Presidência da República estão mancomunados. Improbidade administrativa de um e crime de responsabilidade do outro. Rua urgente para ambos. 2 – As frases tresloucadas do presidente na terça-feira são vãs tentativas de esconder as revelações dos crimes do primogênito sonso Flávio de extorsão dos servidores de seu ex-gabinete na Alerj. 3 – Substituição de auxílio por dívida dos pobres na pandemia é promessa criminosa de campanha do usuário confesso de uso de caixa 2, Lorenzoni, na disputa em 2022 pelo governo do Rio Grande do Sul. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver vídeo no YouTube clique aqui

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.