Rosa resiste

Rosa resiste

Frustrados pelo artigo de Alexandre de Moraes na Folha domingo defendendo prisão após segunda instância, conspiradores contra jurisprudência investem sobre discreta e coerente Rosa Weber para mudarem seu voto

José Nêumanne

16 de abril de 2018 | 19h56

Discreta e fiel à própria palavra, Rosa até agora resistiu à pressão do PT para soltar Lula Foto: Dida Sampaio/Estadão

Se os conspiradores do PT e do Planalto leram o artigo Presunção de inocência e efetividade judicial, da lavra do ministro do STF, publicado domingo na Folha, certamente perderam as esperanças de que mudarão o voto dele numa eventual nova sessão plenária sobre a jurisprudência da prisão após segunda instância. Resta-lhes concentrar sua pressão parapersuadir Rosa Weber, que, mesmo tendo insistido no mantra de que é muito cedo para alterá-la, ainda que insista sempre que sua convicção pessoal é oposta, poderia atender a seus apelos desesperados para soltar Lulla e todos quantos estejam na mesma condição. Este é meu comentário editado no Podcast Estadão Notícias, que está mo ar na segunda-feira 16 de abril de 2018, às 6 horas, no portal.

Para ouvir clique aqui

.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.