Retardar restrições, estelionato tucano

Doria esperou vitória de Covas nas urnas para adotar recuo na flexibilização das restrições ao contato social para deter velocidade de contágio da covid, típico estelionato eleitoral do PSDB

José Nêumanne

01 de dezembro de 2020 | 16h45

Doria esperou que votos da eleição municipal da capital elegessem seu candidato, Covas, para adotar atitude correta de voltar para o sinal amarelo, de atenção, as restrições ao contato social por causa da covid. Foto: Divulgação/Estado de São Paulo

Apesar de o governo João Doria só ter endurecido as medidas restritivas contra o novo coronavírus nesta segunda-feira, 30, um dia após as eleições municipais, monitoramento da pandemia mostra que casos e hospitalizações pela covid crescem desde o início do mês em diferentes regiões de São Paulo. Mais recentemente, o interior do Estado também tem vivido nova alta da doença. Segundo o SP Covid-19 Info Tracker, plataforma desenvolvida por cientistas da USP e da Unesp para fazer projeções e monitorar a pandemia em tempo real, pelo menos 15 de 22 regiões do Estado apresentam taxa de transmissão (Rt) acima de 1,0. Na prática, isso significa que o vírus está com propagação acelerada. Ou seja, ele fez muito bem em endurecer, mas demorou para fazê-lo por motivos eleiçoeiros. Ou seja, estelionato eleitoral.

Para ouvir comentário clique aqui e, em seguida, no play

 

Assuntos para comentário de terça-feira 1 de dezembro de 2020:

1  – Haisem – São Paulo restringe atividade; 15 de 22 regiões têm contágio acelerado – Esta é a manchete da edição impressa do Estadão de hoje. Estas foram, a seu ver, atitude e hora certas de ser adotado este recuo da flexibilização para enfrentar o recrudescimento da pandemia

 2 – Carolina – Fragmentação partidária aumenta, e é a maior das últimas cinco eleições – este é o título de uma das chamadas de capa do Portal do Estadão. Este, na sua opinião, é um efeito benéfico ou maléfico das eleições municipais de domingo

 3 – Haisem – Desembargadora que atacou Marielle é eleita para o órgão que vai julgar Flávio – É outro título de chamada de capa do Portal do Estadão. O que você tem a dizer sobre esta novidade na cúpula do Judiciário brasileiro

 4 – Carolina – Moro diz que entra como sócio em consultoria americana ‘para ajudar as empresas a fazer coisa certa’ e nega ‘conflito de interesses’Este é o título de reportagem de Fausto Macedo e Rayssa Motta no Blog do Fausto Macedo no Portal do Estadão. O que você acha dedsta decisão do ex-juiz da Operação Lava Jato e potencial candidato à Presidência da República em 2022

 5 – Haisem – PSDB atropela PT e Bolsonaro nas eleições – Este é o título de seu post no Blog do Nêumanne no Portal do Estadão. Em que contas você baseia esta informação, contrariando o número de prefeituras conquistadas pelos tucanos nas urnas anteontem

 6 – Carolina – Bolsalulismo e obscurantismo desabam abraçados – Este é o título de seu artigo publicado desde ontem no Blog do Nêumanne no Portal do Estadão. A que conclusões seu texto chega depois de apurados os votos das eleições municipais de anteontem

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.