Recordistas mundiais de morte por covid

Totais de óbitos na pandemia do novo coronavírus no Brasil superaram mesmos índices macabros nos Estados Uni8dos, que têm mais 100 milhões de habitantes, e as perspectivas são piores ainda

José Nêumanne

10 de março de 2021 | 19h28

A “Pátria amada” de Bolsonaro agora é o país no mundo inteiro que mais sepulta seus filhos, tendo ultrapassado o total dos Estados Unidos, que é muito mais populoso. Foto: Felipe Rau/Estadão

Sob o desgoverno de Jair Bolsonaro e Eduardo Pesadelo, o Brasil bateu ontem o recorde no número de mortes pela covid-19. Foram 1.954 pessoas que perderam a vida nas últimas 24 horas, de acordo com dados reunidos pelo consórcio de veículos de imprensa e sabotados pela dita autoritária sanitária militarizado. Até então o maior número era do último dia 3, quando houve 1.840 óbitos por causa do coronavírus. A marca é hoje o maior registro diário do mundo, ultrapassando os números dos Estados Unidos. A média móvel de mortes ficou em 1.575, dado que representa a média dos últimos sete dias. Foram também 69.537 novos casos confirmados nas últimas 24 horas. É um balde de gelo sem comemoração, mas com lamentação em velórios sobre nossas cabeças despertando-nos das fake news do desgoverno tétrico.

Para ouvir comentário clique no link abaixo e, em seguida, no play:

https://soundcloud.com/jose-neumanne-pinto/neumanne-100321-direto-ao-assunto-1

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique no link abaixo:

Assuntos para comentário na quarta-feira 10 de março de 2021

1 – Haisem – País tem 1.954 óbitos em 24 horas e passa Estados Unidos em mortes diárias – Esta é a manchete da edição impressa do Estadão hoje. Que número trágico terá de ser alcançado para as forças ainda vivas da Nação despertem para a necessidade urgente de trocar o alto comando do combate à pandemia da covid 19

2 – Carolina – STF avança em julgamento sobre suspeição do ex-juiz Sérgio Moro – Este é o título da chamada na primeira página do jornal publicada bem ao lado da manchete – Por que esse julgamento foi iniciado no mesmo dia em que o Brasil bateu o macabro recorde mundial

3 – Haisem – João Dória, governador de São Paulo: “Polarização favorece os extremistas” – Este é o título de outra chamada na primeira página do Estadão desta quarta-feira. Se isso é verdade, e não parece haver dúvida, quem é favorecido e quem se prejudica com a constatação

4 – Carolina – A ficha moral de Lula é suja – Este é o título do principal editorial do jornal do dia. Por que é importante lembrar essa informação no momento em que o petista tem a ficha limpada para poder disputar a eleição presidencial de 2022

5 – Haisem – Por que a tese sobre o foro da Lava Jato surgiu logo agora? – Este é o título da chamada na capa do Portal do Estadão da coluna de Rosângela Bittar publicada na edição política do Estadão de hoje. Quais serão as conseqüências desse fato no cenário político nacional

6 – Carolina – Banco Central age contra mudanças na PEC do Auxílio – Eis aí mais um título na primeira página do jornal de hoje. O que motiva essa ação da autoridade monetária e que conseqüências ela pode ter na vida rotineira do cidadão comum

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.