Quem não quer deixar Moro trabalhar

Quem não quer deixar Moro trabalhar

Ideia Big Data e site BR 18 fizeram pesquisa e Moro ganhou do Intercep Brasil por 48% a 31%, mas verdadeira medição da força popular do ministro será feita nas manifestações de rua de domingo 30

José Nêumanne

29 de junho de 2019 | 17h04

Juíza Denise Frossard, que mandou prender bicheiros em 1993 e fez parte da CCJ da Câmara, exige que ex-colegas deixem ministro trabalhar. Foto digital: Roberto Castro/AE

O Idea Big Data e o site BR 18 informam que 48% dos entrevistados concordam com Moro e 31% apoiam o vazamento do Intercep Brasil. As manifestações de rua de amanhã, domingo 30, darão ideia mais precisa de quem quer deixar o ministro da Justiça combater o crime organizado e a corrupção e de quem prefere tirá-lo do caminho dos traficantes e ladrões do dinheiro publico no Brasil. Com autoridade de quem condenou a primeira organização mafiosa do País, a juíza aposentada e ex-deputada Denise Frossard deu entrevista ao Blog do Nêumanne no Portal do Estadão, cujo título resume tudo o que os manifestantes que irão às ruas gostariam de dizer à CCJ da Câmara: “deixem Moro trabalhar”. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver vídeo no YouTube clique aqui

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.