Que capivara!

Que capivara!

Acusado por 184 crimes de lavagem de dinheiro, Cabral bate recorde de capivara surpreendente

José Nêumanne

14 de fevereiro de 2017 | 21h29

Cabral e Lula nos velhos e bons tempos

Cabral e Lula nos velhos e bons tempos

O pedido do governador Luiz Fernando Pezão de mandar 22 mil soldados das Forças Armadas para patrulhar as ruas do Rio já e até o fim do Carnaval levou o presidente Temer a drama similar ao da protagonista do romance A escolha de Sofia, de Willam Styron. A situação de Temer no caso lembra também a peça Se correr o bicho pega, se ficar o bicho come, de Oduvaldo Viana Filho e Fereira Gullar, do CPC da UNE, na época da resistência à  ditadura. militar. Opção difícil, mas a desfaçatez de Pezão é sesquipedal. Em entrevista a Haisem Abaki e a mim no Estadão no Ar da Rádio Estadão, o governador do Rio se fez de desentendido quanto a Cabral. Título de meu psot no Blog: Sérgio o quê?

(Comentário no Pauta do Dia da Rádio Estadão – FM 92,9 – na terça-feira 14 de fevereiro de 2017, às 18h15m)

Para ouvir clique aqui e, aberto o site da emissora, 2 vezes no play sob o anúncio em azul

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.