Quantos ainda almoçam com Dilma?

Quantos ainda almoçam com Dilma?

Já que nada tem mais que fazer, defesa de Dilma recorre à OEA

José Nêumanne

11 de agosto de 2016 | 09h33

randolfe

Senadores convivas de Dilma são só Randolfe?

Dilma e sua defesa ainda não perceberam que a evolução das votações na Câmara e agora no Senado em nada os ajudam a mudar o panorama e lhes dar alguma esperança de volta ao poder. Os resultados das votações ampliam as diferenças porcentuais entre os que apoiam o impeachment, alargam a margem de vantagem a favor e fiéis votos de adversários do “golpe” minguam. Isso pode explicar por que não foi tornado público pelos meios de comunicação quantos dos 21 convidados foram ao almoço no Alvorada e o único que deu entrevista a respeito foi Randolfe Rodrigues, que quer eliminar a palavra antipática da carta sem importância dela ao Senado.

(Comentário no Direto da Redação 3 da Rádio Estadão – FM 92,9 – na quarta-feira 10 de agosto de 2016, às 18 horas)

Para ouvir clique aqui e, aberto o site da emissora, 2 vezes no play sob o anúncio em azul

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.