PT se imola por Lula
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

PT se imola por Lula

Ao mesmo tempo em que incrementa o apoio ao inelegível Lula, estratégia de investir na fantasia de fazê-lo candidato para depois tornar viável poste Haddad mostra-se bastante discutível, segundo Ibope

José Nêumanne

21 Agosto 2018 | 17h47

Campanha com máscara de Lula aumenta inutilmente fama do inelegível, mas em nada ajuda Haddad e PT. Foto: Eraldo Peres/AP

 

A quase unânime conclusão de que a “narrativa” do PT da injustiça sofrida por Lula para condená-lo, prendê-lo e torna-lo inelegível, é uma das principais causas da subida de sua candidatura presidencial no primeiro Ibope depois do encerramento do prazo dos requerimentos de registro no TSE esconde outra evidência em sentido exatamente oposto. A mesma pesquisa conclui que 39% dos entrevistados, uma proporção ainda maior do que a dos que pretendiam votar no ex-presidente, não sufragarão o poste escolhido para substituir o inelegível na chapa. De que adianta mostrar o prestígio popular do presidiário se o truque de substituí-lo pelo ex-prefeito de São Paulo mostra-se muito difícil de resultar em vitória? Este foi meu comentário no Estadão às 5, da TV Estadão, com mediação de Emanuel Bomfim, transmitido do estúdio na redação e retransmitido por Youtube, Twitter e Facebook na terça-feira 21 de agosto de 2018, às 17 horas.

Para ver o vídeo clique aqui