PT, organização criminosa
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

PT, organização criminosa

Partido tenta desmentir depoimento de Palocci, mas é fato inquestionável que ele sempre esteve na cúpula do partido e nas gestões de Lula e Dilma, cujos "malfeitos" delatou ao MP

José Nêumanne

16 de agosto de 2019 | 12h34

Mesmo após ter sido afastado do governo Lula, por denúncia de corrupção, Palocci chefiou campanha de Dilma e chefiou sua Casa Civil. Foto: Andrfé Resek/Estadão

O Blog do Fausto Macedo publicou texto completo sobre depoimento em delação premiada do ex-ministro da Fazenda de Lula e da Casa Civil de Dilma, Antônio Palocci. Ao acessá-lo, o leitor terá informação completa sobre a atividade do Partido dos Trabalhadores como organização criminosa desmanchando totalmente a falácia da doação eleitoral de grandes empresas. Em 23 anexos, o veterano chefão petista mostra que elas tentavam mascarar propinas pagas por 26 grandes empresas em troca de medidas provisórias escritas pelo’ “doadores”, contratos e projetos de R$ 333,59 milhões nas gestões petistas de 2002 (Lula) a 2014 (Dilma). É a Operação Lava Jato atuando antes de entrar em vigor a lei para socorrer bandidos aprovada por líderes na Câmara.

Para ouvir clique aqui e, em seguida, no play
Assuntos para comentário da sexta 16 de agosto de 2019

1, Haisem – Que revelações importantes o Estadão está publicando sobre a bombástica delação premiada do ex-ministro da Fazenda de Lula e ex-chefe da Casa Civil de Dilma, Antônio Palocci

2, Carolina – O que você ainda tem a dizer sobre a votação simbólica da lei dita do Controle do Abuso de Autoridade

SONORA_BOLSO 1608 A

3, Haisem – Como você acaba de dizer, o principal alvo da lei aprovada pela Câmara é o chefe da força-tarefa da Operação Lava Jato, Deltan Dallagnol. Ele já se pronunciou sobre isso

4, Carolina – O que você recomenda do artigo do professor Joaquim Falcão a respeito deste embate entre o presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, e o procurador Deltan Dallagnol

5, Haisem – Que colaboração outro jurista respeitado, o professor da USP Modesto Carvalhosa, tem dado à discussão sobre a lei votada às pressas e sob protesto no plenário da Câmara dos Deputados na calada da noite

6, Carolina – É, mas, pelo que vi no noticiário, o ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes não concorda com os críticos a lei para controlar abuso de autoridade de juízes, promotores e policiais, não é

7, Haisem – Que decisão o mesmo ministro Gilmar Mendes tomou ontem para despertar a fúria de seus críticos

8, Carolina – O que você nos diz sobre as reações do presidente Jair Bolsonaro às decisões de cortar verbas de ajuda à preservação da floresta amazônica pelos governos da Alemanha e da Noruega

SONORA_SALLES 1608

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: