PT colhe votos que plantou no STF

Dos oito ministros do STF que restauraram candidatura de Lula,Lewandowski, Toffoli, Cármen, Rosa e Fachin foram indicados por presidentes petistas, Moraes, Barroso e Gilmar para demolir a Lava Jato

José Nêumanne

16 de abril de 2021 | 20h40

Presidente Fux, decano Marco Aurélio e novato Marques foram votos vencidos pela maioria, que, por gratidão esquecida durante cinco anos, descobriu de repente que seu patrono, Lula, foi injustiçado. Foto: Divuilgação

Por 8 a 3, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu derrubar as condenações impostas pela Operação Lava Jato ao ex-presidente Lula, deixando o petista elegível e apto a disputar as próximas eleições presidenciais. O plenário manteve a decisão do relator da Lava Jato, Edson Fachin, que considerou que a Justiça Federal de Curitiba não era competente para investigar Lula, já que as acusações levantadas contra o petista não diziam respeito diretamente ao esquema bilionário de corrupção na Petrobrás, investigado pela operação. O entendimento do Supremo abre caminho para candidatura de Lula ao Palácio do Planalto, num momento em que o presidente Jair Bolsonaro reforça ataques ao STF e enfrenta queda de popularidade com o agravamento da pandemia e a piora dos indicadores econômicos. Um despautério!

Para ouvir comentário clique aqui e, em seguida, no play

Para ouvir no blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique no link abaixo:

Assuntos para comentário da sexta-feira 16 de abril de 2021

1 – Haisem – STF anula condenações da Lava Jato e torna Lula elegível – Esta é a manchete da primeira página da edição impressa do Estadão desta sexta-feira. O que ainda dá para comentar dessa decisão do plenário que se considera “excelso pretório”

2 – Carolina – Chefe da Polícia Federal do Amazonas é trocado após denunciar ministro – Este é o título de uma chamada de primeira página do jornal de hoje. Depois dessa decisão, o que você acha que ainda é preciso descobrir em investigação para comprovar a denúncia, feita pelo ex-ministro da Justiça, Sérgio Moro, de que o presidente da República queria mesmo interferir politicamente na instituição

3 – Haisem – Perfil Jessonio Costa Leite, empresário e desmatador, o maior grileiro de terras indígenas da Amazônia – Este é o título de mais uma chamada de primeira página do jornal. O que chama a sua atenção na história desse empresário do Tocantins que desmatou uma área equivalente a 21 mil campos de futebol no Pará

4 – Carolina – Bolsonaro pede verba, Biden quer ação na Amazônia – Este é o título de chamada do Estadão. O que dizer do comportamento dos presidentes do Brasil e dos Estados Unidos em relação ao desastre ecológico continuado na maior floresta tropical do mundo

5 – Haisem – Médicos adeptos do “kit covid” têm apoio de fábrica – Este é o título de outra chamada de primeira página da última edição do jornal. Que conseqüências práticas esse patrocínio pode ter, a seu ver, no combate à pandemia que assola o País

6 – Carolina – O que prova a exibição do vídeo em que o diretor do presídio José Frederico Marques, em Benfica, Ricardo Larrubia da Gama, exonerado, entrega um sanduíche ao vereador Jairo Júnior, acusado pela polícia de ter torturado e matado o menino Henry Borel

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.