PSDB e DEM deliram
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

PSDB e DEM deliram

Recepção festiva do PSDB a Frota, expulso pelo PSL por ter criticado Bolsonaro, foi momento encontrado para celebrar desde já união de tucanos e DEM nas eleições de 20 e 22, e só se esqueceram de combinar com o povo

José Nêumanne

21 de agosto de 2019 | 17h54

Doria, Imbassahy, Maia e Frota preparam casamento para sempre entre PSDB e DEM até que o povo resolva sepultá-los.Foto: Gabriela Biló/Estadão Conteúdo

Na recepção festiva ao deputado Alexandre Frota, expulso do PSL, pelo PSDB, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, anunciou que seu partido, o DEM de Onyx Lorenzoni, chefe da Casa Civil de Bolsonaro, disputaria pelo menos as duas próximas eleições em inviolável aliança com os tucanos, agora liderados por João Dória. Eles só se esqueceram de combinar isso com os eleitores e – pior – não têm a mais leve lembrança do massacre que seus partidos sofreram do fenômeno eleitoral Jair. Ou seja, ao que parece eles até agora não se acostumaram com a nova realidade das duas últimas eleições, nas quais o PSDB, aliado do DEM há muito tempo, levou uma surra que não deveriam ter esquecido. Na atual realidade brasileira, este casamento de interesse não terá nenhuma chance de ser feliz nem em 2020, imagina em   2022. Acorda, gente! Direto ao assunto. Inté. Só a verdade nos salvará.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.