As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Provas decidem quem vencerá

Se inquérito de atos contra STF e Congresso chegar a provas que condenem bolsonaristas, Bolsonaro poderá pagar caro para garantir impunidade de apoiadores, e, em caso contrário, Judiciário se queimará

José Nêumanne

17 de junho de 2020 | 23h15

Bolsonaro arrisca praticamente tudo em querer garantir imipunidade de seus apoiadores em inquérito sobre atos antidemocráticos que Aras pediu e Alexandre autorizou. Foto: Dida Sampaio/Estadão

Inquérito dos atos antidemocráticos, pedido pelo procurador-geral da República, Augusto Aras, e autorizado por Alexandre de Moraes, do STF, decidirá melhora de imagem de STF e Jair Bolsonaro. Se das buscas, apreensões e quebras de sigilo surgirem provas suficientes para condenar e levar algum bolsonarista à prisão, Judiciário salvará a face. Caso contrário, presidente triunfará sobre um Poder.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: