Protegendo suspeito
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Protegendo suspeito

Temer tenta proteger governador do Amazonas para ficar fora do escândalo

José Nêumanne

06 de janeiro de 2017 | 11h08

MANAUS AMAZONAS AM 02/01/2017 METROPOLE CRISE REBELIAO PREOS PCC X FDN - Após rebelião que terminou com a morte de 60 detentos, o ministro da Justiça Alexandre de Moraes, e o governador José Melo anunciaram medidas imediatas para reforçar segurança no sistema prisional do Estado do Amazonas. FOTO VITOR SOUZA / SECOM AM / DIVULGAÇÃO

Melo com Moraes em Manaus: Temer protege governador para não se expor em chacina

De todas as propostas para melhorar a segurança pública trazidas a lume depois do massacre de Manaus a única que deve ser levada a sério é o pedido da presidente do STF e do CNJ, Cármen Lúcia, para que o IBGE faça um Censo carcerário para acabar com a farsa dos números manipulados pela União e pelos Estados. Para isso, deveria mesmo contar com a ajuda das Forças Armadas, por ela pedida ao ministro da Defesa, Raul Jungman. O resto não passa de tentativas de Temer de ajudar o indefensável governador do Amazonas, José Melo, que tenta transferir toda a culpa para a empresa Umanizzare, a quem vendeu a gestão do presídio da chacina. Ele ainda deve explicações sobre esse contrato.

(Comentário no Estadão no Ar da Rádio Estadão – FM 92,9 – na sexta-feira 6 de janeiro de 2017, às 7h14m)

Para ouvir clique aqui e, aberto o site da emissora, 2 vezes no play sob o anúncio em azul

 

Tendências: