Preso falso herói popular
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Preso falso herói popular

Socialista Ricardo Coutinho, cujo nome identifica organização criminosa, voltou de fuga no exterior para ocupar cela em presídio de segurança média na periferia onde mora povo pobre, cujos hospitais e escolas ele furtou cinicamente

José Nêumanne

20 de dezembro de 2019 | 21h11

Ao contrariarem cálculos da defesa de Ricardo Coutinho, Ricardo Vital e AdilsonFabrício mostraram para surpresa geral que ainda há juízes na Paraíba. Foto: José Patrício/Estadão

O falso moralista Ricardo Coutinho, na verdade usurpador de verbas públicas destinadas a hospitais e escolas para pobres na paupérrima Paraíba, foi, afinal, confinado a uma cela. Sem o conforto de salas de quartel de bombeiros, mas, sim, no inferno prisional brasileiro num presídio de média segurança em bairro popular. Sua sórdida arrogância teve merecida punição pelos crimes que cometeu.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: