As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Povo vence lobbies de capote

Adesão da maioria da população à necessidade urgente da reforma da Previdência e derrota da esquerda oportunista e corrupta garantiram avanço do relatório da Comissão Especial e seu encaminhamento para o plenário. Viva e avante!

José Nêumanne

05 de julho de 2019 | 10h18

Aprovação do relatório de Moreira, sob presidência de Ramos, refletiu a decadência do presidencialismo de coalizão e a derrota da esquerda e da fisiologia. Foto: Gabriela Biló/Estadão

A vitória espetacular de capote – 26 a 13 – na Comissão Especial da Reforma da Previdência do relatório do deputado Samuel Moreira (PSDB-SP) ainda não é definitiva, mas serve como bom estímulo para continuar a luta na decisão definitiva no plenário. Isso deveu-se, como definiu o colunista Celso Ming no Estadão, ao xeque mate do tal presidencialismo de coalizão, que começou na nova composição da Câmara e na vitória de Bolsonaro nas eleições de outubro passado. Para isso tem dado contribuição decisiva a argumentação lógica e plana do ministro da Economia, Paulo Guedes. Este momento serviu para afastar do caminho alegações destrambelhadas de lobbies dos privilegiados e a insignificância da esquerda com seu discurso fantasioso e faccioso que não mobiliza mais como no passado. Viva e avante!

Para ouvir clique no link abaixo e, em seguida, no play:

Assuntos para comentário da sexta-feira 5 de julho de 2019

1 – “Previdência passa em comissão, mas lobbies pressionam por alterações”, diz a manchete do Estadão hoje. A vitória da reforma da Previdência por 36 a 13 na comissão especial justifica o otimismo demonstrado pelo mercado financeiro na bolsa de valores

SONORA_GUEDES 0507

2 – Será que o ministro da Economia, Paulo Guedes, não exagerou quando disse que “somos 200 milhões de trouxas explorados

3 – A seu ver, foi adequada a intervenção de Bolsonaro pedindo apoio da bancada ruralista para abrandamento de regras para policiais

4 – O que se pode deduzir da declaração de Bolsonaro segundo a qual a evitar vitória da esquerda na Argentina é mais importante do que na Venezuela

5 – Por que você acha que o senador Jaques Wagner se disse arrependido da lei da delação premiada depois da carta do delator de Lula Léo Pinheiro à Folha de S.Paulo

6 – Você se surpreendeu com a notícia de que Sérgio Cabral disse ao juiz Marcelo Bretas que informou a Lula e a Eduardo País de que tinha conseguido 2 milhões de dólares para rei Arthur financiar compra de votos para a escolha do Rio para a Olimpíada de 2016

SONORA_CABRAL E 0507

7 – Você acha que Carlos Bolsonaro tem razão ao considerar o suicídio do empresário Sadi Gitz numa solenidade com as presenças do governador de Sergipe e do ministro de Minas e Energia pode mesmo ter sido falha da segurança da Presidência da República

8 – O que há de bombástico e importante na entrevista no Blog do Nêumanne esta semana com o jurista paranaense René Ariel Dotti, que trabalhou como auxiliar da acusação contra Lula no processo do tríplex, contratado pela Petrobrás

 

Tendências: