As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Povo na rua não fecha Congresso

Com sensatez e coragem, Janaína dá ao PSL aviso realista de que não é de todo improvável que manifestações a favor de Bolsonaro não resultem em seu fortalecimento na queda de braço com os chefões do Centrão

José Nêumanne

20 de maio de 2019 | 23h03

Com a mesma coragem com que assinou impeachment de Dilma, Janaína alerta “bolsonaristas” sobre riscos de fiasco das manifestações marcadas para 26 de maio. Foto: José Patrício/Estadão

O alerta que a deputada estadual paulista Janaína Paschoal está dando a seu partido sobre a manifestação marcada para o próximo domingo (26 de maio) é, ao mesmo tempo, corajoso e sensato. A preocupação que ela tem é baseada no conhecimento da História. Não há no Brasil registro da ruptura de instituições do Estado de Direito provocada pelas ruas, mas apenas por conspiração das cúpulas políticas e das armas. Bolsonaro conseguiu a chefia do Executivo pela força do voto e protestos contra Congresso e STF não mudarão em nada a autonomia dos três Poderes, garantida na Constituição. Este é meu comentário no Estadão Notícias, no Portal do Estadão desde 6 horas na segunda-feira 20 de maio de 2019.

Para ouvir clique aqui e, em seguida, no player

Tendências: