Por que ocupam as escolas

Por que ocupam as escolas

Protesto contra teto de gastos e reforma de ensino médio é só pretexto para ocupação de escolas

José Nêumanne

04 de novembro de 2016 | 17h17

ocupação

Próprio público apropriado pela esquerda

No processo de impeachment de Dilma, Lula e a esquerda rosnaram ameaças de que, se o desenlace fosse o pedido pelo povo, mas indesejável para a patota no poder, João Pedro Stedile poria seus exércitos na rua e tornaria impossível governar o País. Dilma foi deposta, Temer, empossado e ninguém incendiou as ruas do Brasil. Nem os sindicalistas pararam as cidades. Tudo o que aconteceu foram as ocupações nas escolas manipuladas pelos minúsculos grupelhos de esquerda, massacrados nas eleições municipais de 2016 junto com o PT, protestando contra a lei econômica segundo a qual só gasta quem pode e contra a reforma do ensino médio. O resto é lorotário ideológico.

(Comentário no Direto da Redação 3 da Rádio Estadão – 92,9 – na quinta-feira 3 de novembro de 2016, às 17h36m)

Para ouvir clique aqui e, aberto o site da emissora, 2 vezes no play sob o anúncio em azul

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.