Por que Bolsonaro não cai

Maior culpado pelo péssimo desempenho do País no combate à covid-19, presidente fica no poder porque comprou o apoio do Centrão, que derrubou Dilma, mas não deixou Temer ser deposto

José Nêumanne

19 de julho de 2020 | 20h12

O presidente Jair Bolsonaro fez transmissão ao vivo nas redes sociais enquanto assistia a entrevista do dono do PTB Roberto Jefferson, seu novo aliado, a grupos de direita Foto: Reprodução/Youtube

Nando Moura mostra por que Jair Bolsonaro foi eleito presidente da República com 57 milhões e mais de 700 mil votos, mas não governa, pois entregou o País à mercê de delinquentes políticos do Centrão para garantir a própria impunidade e a dos filhos e é o maior estelionatário eleitoral de todos os tempos, confirmando o que eu tenho dito aqui. Vou além: ainda assim, ele não é o maior culpado por permanecer no mais poderoso cargo político do País. Todo mundo hoje já sabe que ele é o mesmo homem do óleo de cobra da pílula do câncer, o terrorista das bombas nos quartéis e na adutora do Guandu, o capitão cloroquina. Mas nenhum maiorial dos Poderes Legislativo e Judiciário é capaz de retirá-lo da cadeira sem violar as leis e a Constituição apenas porque isso atende a seus vis interesses pessoais. Simples assim. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver vídeo no YouTub clique aqui

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.