Pódio de tontos

Pódio de tontos

Governo federal ganha ouro, prata e bronze na modalidade palpite infeliz

José Nêumanne

16 de agosto de 2016 | 08h46

Picciani, campeão em parolagem

Picciani, campeão em parolagem

Primeiro foi Alexandre Moraes, atribuindo culpa da morte do motorista da Guarda Nacional à vítima. Depois, veio Temer para assegurar que a morte deste a tiros por empregados de traficantes na favela do Rio foi um acidente e não deslustrou a Rio 2016. Agora apareceu o desastrado ministro do esporte, Leonardo Picciani, para dizer que o campeão olímpico da natação americano Ryan Lochte, à saída de uma festa, não foi falha da segurança da Olimpíada, porque esta só garante locais de competição e treinos ou de convívio do público em espaços e horários apropriados, o que não chega a ser uma reação inteligente, gentil e correta de um anfitrião.

(Comentário no Estadão no Ar da Rádio Estadão – FM 92,9 – na segunda-feira 14 de agosto de 2016, às 7h10m)

Para ouvir clique aqui e, aberto o site da emissora, 2 vezes no play sob o anúncio em azul

 

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.