Pinto do Acordeon no forró do céu

Sanfoneiro sertanejo, com obra gravada por astros como Luiz Gonzaga, Elba Ramalho e Fagner, fez muito sucesso de público e foi reconhecido pela crítica como nome de destaque na música regional nordestina

José Nêumanne

22 de julho de 2020 | 21h01

Na terça-feira 21 de julho, meu conterrâneo, amigo e primo Ubiracy Vieira Veloso me deu a infausta notícia de que o coração do nego Pinto do Acordeon tinha parado de acompanhar seu forró forro num hospital em São Paulo, abatido por uma doença cardíaca que já o atormentava faz muito tempo. Foi aumentar o cortejo dos sanfoneiros no céu. Lá já estão à sua espera arrastando um fole fogoso seu Luiz Lua Gonzaga, Dominguinhos, Deijinha de Monteiro, Abdias, Zé Calixto e o mestre Sivuca, que homenageei no poema A bênção, maestro, que é possível encontrar aqui no YouTube no link https://www.youtube.com/watch?v=I7XuJ… . Este ano. a pandemia calou a sanfona do mestre da voz de veludo Flávio José, com seu talento e sua picardia, mas ele voltará vivinho da Silva no ano que vem com toda certeza, amém. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver vídeo no YouTube clique aqui

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.