Piada de Lula

Piada de Lula

PT contribui para anedotário nacional em Curitiba: Lula libera partido para apresentar candidato que não seja ele e Dilma conta que o cárcere na ditadura, onde adversários eram torturados e mortos, era melhor do que hoje

José Nêumanne

24 de abril de 2018 | 12h30

Cena ridícula comum nestes dias de prisão de Lula em Curitiba: Dilma fala bobagem e Gleisi concorda. Foto: Geraldo Bubniak/AGB

Pelo visto, Lula ainda não encontrou razões para se deprimir e perder o senso de humor em seus 16 para 17 dias de prisão em “sala de quartel general” na PF de Curitiba. Ao contrário, fez piada inesperada: mandou Gleisi ler uma carta de próprio punho para o PT pondo seu partido “bem à vontade” para indicar outro candidato. É claro que o partido fez que não entendeu e já deixou claro que o candidato é ele. E não faltaram pérolas da “patacoagem” dilmista. A ex tatibitate já deu a própria contribuição ao velho Febeapá de Stanislaw Ponte Preta dizendo que bom mesmo era o cárcere da ditadura, esquecendo-se de que lá sofreram e pereceram seu amado Beto, Herzog e Fiel Filho. Ou despreza a História ou aposta na imbecilidade total da militância. Vôte!

(Comentário no Jornal Eldorado da Rádio Eldorado – FM 107,3 – na terça-feira 24 de abril de 2018, às 7h30m)

Para ouvir clique aqui e, em seguida, no play

Para ouvir Barrados no baile, de e com Eduardo Dusek, clique no play abaixo:

 

 

Abaixo, assuntos do comentário

1 – Haisen O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva mandou uma carta aos companheiros petistas desobrigando-os de ter de apoiar sua candidatura. O que você acha que ele quis sinalizar com essa permissão?

 

2 – Carolina O PT, os militantes e os aliados da esquerda conseguirão forçar a barra e ter autorizações permanentes para visitar Lula, quebrando na marra o isolamento que todo preso precisa manter?

SONORA Dilma barrada no baile

 

3 – Haisem A mera substituição do candidato Alckmin por outro, como Tasso Jereissati, proposta por Artur Vigílio, resolve o problema da falta de protagonismo dos tucanos para ter um presidenciável no centro político?

 

4 – Carolina A que conclusões você chega a respeito da notícia de que o ministro do STF Gilmar Mendes exigiu da procuradora-geral da República, Raquel Dodge, mais pressa para a Polícia Federal concluir a perícia no inquérito sobre o senador petista Lindbergh Farias, que está parado há dois anos?

 

5 – Haisem O que o ministro Raul Jungmann tem a dizer a respeito das críticas que você fez ontem à intervenção no Rio e à atuação dele na prisão coletiva no baile que a autoridade da intervenção atribui à milícia?

 

6 – Carolina A única vitória obtida pelo governo Temer no campo das reformas foi a trabalhista e agora essa vitória está escoando pelas mãos como areia. Por que acontece isso?

 

7 – Haisem A Justiça negou a prorrogação do arrendamento de concessão da Rodrimar no Porto de Santos. O que isso sinaliza em relação ao inquérito que envolve Temer sobre prorrogação de concessões no mesmo terminal?

 

8 A que pode levar a afirmação feita pelo amigão de Temer, José Yunes, de que o avisou do pacote que recebeu do doleiro Lúcio Funaro e este garante que era dinheiro?

 

SONORA Barrados no baile Eduardo Dusek

https://www.youtube.com/watch?v=FFviOhJE_YA

 

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.