As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

PF avisou a Flávio sobre Fabrício

Ex-aliado revelou que PF avisou a Flávio que relatório do Coaf flagrou movimentações atípicas de "milhões" de seu gabinete dele na Alerj pelo amigão do clá Fabrício Queiroz, colega paraquedista de Jair

José Nêumanne

18 de maio de 2020 | 22h41

Fabrício Queiroz repete gesto emulando uso de revólver na companhia de Jair Bolsonaro, com quem serviu na brigada de paraquedistas, e o filho dele de quem foi assessor, o 01. Foto: Reprodução

Paulo Marinho, empresário carioca que emprestou a própria casa para Jair Bolsonaro usar como estúdio de TV de sua propaganda na campanha e é suplente do senador Flávio, contou à Folha que o 02 lhe contou que foi avisado por um delegado bolsonarista que o Coaf tinha entregue à PF relatório sobre movimentação financeira atípica de seu fac totum no gabinete da Alerj, Fabrício Queiroz. A história é coerente com os fatos, pois o então deputado estadual no Rio demitiu o ex-sargento da PM e a filha dele antes de a informação ser publicada pelo Estadão em dezembro de 2018, quando seu pai era presidente eleito. Aliás, eu já tinha avisado aqui que há na PF um grupo bastante numeroso e poderoso de bolsonaristas em disputa com outros quatro: os petistas de raiz, os petistas grã-finos, os tucanos e as viúvas de Romeu Tuma. Resta ver se o procurador-geral, Augusto Aras, e os subordinados que investigam acusações de Moro contra o presidente continuarão não tendo visto o que todo mundo viu e quem não viu poderá ver se o decano do STF, Celso de Mello, abrir, como deve, o sigilo do vídeo-bomba da reunião de 22 de abril, que compromete o chefe do governo dos cabelos às unhas do pé. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.EEx

Para ver vídeo no YouTube clique aqui

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.