Petista baiano ajudou a Bolsonaro contra Moro

Maurição encarna bolsalulismo totalomente, pois foi secretário da Segurança de Jaquinho e Rui, na Bahia, e liderou movimento de colegas para se aliar a presidente a derrubar ex-juiz

José Nêumanne

16 de dezembro de 2020 | 21h52

Maurição, do PT, foi secretário de segurança da Bahia desde 2011 e liderou movimento de colegas contra Moro, foi afastado do cargo acusado de furto. Foto? Reprodução/Instagram

1 – Maurição, secretário de segurança de 4 governos petistas da Bahia desde 2011, líder de conspiração chefiada pelo presidente da República contra Moro no Ministério da Justiça e chefiou execução do capitão Adriano, amigo de Bolsonaro,, foi afastado do cargo por ordem do STJ por participar de quadrilha que negociava sentenças do TJBA. 2 – MP para obrigar quem quiser se vacinar, inspirada pelo governo federal, repete constrangimento para forçar vítimas de estupro a denunciarem por escrito crime de agressor. 3 – Cármen mandou Ramagem e Heleno explicarem relatório da Abin do B para orientar defesa do senador do peculato na Alerj. 4 – STF determinou à Camex não isentar de cobrança de imposto de importação de revólveres e pistolas. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará. Dezembro transparente Robertto Livianu – abaixo assinado: https://www.change.org/p/dezembro-tra…

Para ver vídeo no YouTube clique aqui

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.