As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Pelo amor de Deus, presidente!

Bolsonaro tem razão quando diz que a culpa do desemprego alto de 13,2 milhões é do PT, mas petistas cumprem pena por isso e ele foi eleito para consertar erro deles e tirar mercado de trabalho do fundo profundo do poço

José Nêumanne

31 de maio de 2019 | 20h40

 

Em vez de manifestar seu desejo de ver evangélico no STF, que só vai mudar em 18 meses, cristão Bolsonaro poderia ter sido misericordioso com 13,2 milhões de desempregados. Foto?Dida Sampaio/Estadão

 

Depois da tempestade no Brasil vem o tsunami. Ontem ficamos sabendo que o PIB do último trimestre foi negativo em 0,2% e hoje já tomamos conhecimento de que o desemprego também foi maior do que o do trimestre passado: 12,5%, ou seja, 13 milhões 200 mil trabalhadores procuram e não acham emprego. A culpa foi do PT. Claro que a culpa foi do PT. Só que os petistas já respondem por isso penalmente, como sói acontecer num Estado Democrático. Lula, Palocci, Dirceu e Vaccari, entre outros, cumprem penas pesadas. O povo se encarregou de tirar o PT da torre do comando e Bolsonaro foi eleito para resolver a situação. A tragédia do desemprego é prioritária no Brasil, não a nomeação de um ministro evangélico para o STF. Pelo amor de Deus, Bolsonaro! Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Tendências: