Pego mais um cínico de esquerda
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Pego mais um cínico de esquerda

Flagrado em grampos telefônicos de furto explícito de verbas para saúde e educação da paupérrima Paraíba, Ricardo Coutinho, do PSB, na verdade saiu do PT, mas PT nunca saiu dele

José Nêumanne

19 de dezembro de 2019 | 12h42

Ricardo, Lula e Dilma, em 2017, a caminho de Monteiro, PB, onde interpretaram a falsa tragicomédia da transposição do São Francisco, que nunca funcionou. Foto: Divulgação/PSB

Ex-petista, socialista da base de Lula no Nordeste, o ex-governador da Paraíba Ricardo Coutinho está sendo procurado pela Interpol, porque teve a prisão preventiva decretada pelo desembargador Ricardo Vital, que o acusa de ser o chefe de uma organização criminosa que recebeu R$ 134 milhões de propina nas áreas de saúde e educação de um dos Estados mais pobres do Brasil. Foragido no exterior, embora tenha escrito em seu perfil realrcoutinho do instagram que está em gozo de férias, o esquerdista hipócrita que alimentou falsa fama de honesto foi flagrado em grampos telefônicos autorizados pela justiça em conversas similares às travadas por traficantes numa prática e num linguajar típicos de chefões de facções criminosas. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver vídeo no YouTube clique aqui

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: