Pazuello e Ludmilla na frigideira bolsonarista

Dizem em Brasília que médica foi lançada pelo Centrão para ser jogada às piranhas e, assim, seus líderes ficarem à vontade para indicar guru da covid 19 na Câmara, o deputado Dr. Luizinho

José Nêumanne

15 de março de 2021 | 18h46

 

Indicada por Lira, chefão do Centrão, para o lujgar de Pazuello, Ludmilla foi rifada por bolsonaristas fanáticos porque não concorda com posições negacionistas de Bolsonaro. Foto: Taba Benedicto/Estadão

Conforme a Coluna do Estadão, qualquer que seja o desfecho da fritura de Eduardo Pazuello, ela trouxe às claras as articulações de aliados de Jair Bolsonaro para tirar o presidente do modo negacionista. Com recordes de mortes e colapso dos sistemas de saúde, os apelos, que vão dos militares (quem diria) ao Centrão, indicam que a crise deve se agravar. Do ponto de vista político, a “sacolejada” também veio de adversários eleitorais de Bolsonaro: tucanos uniram-se, como mostrou a Coluna, Lula voltou à cena e Huck subiu no palanque. Incompetência… Mas respingos do óleo quente bolsonarista também chamuscaram a médica Ludhmila Hajjar, defendida publicamente por Arthur Lira: apoiadores do presidente encontraram material dela falando verdades sobre a pandemia no País e Dilma de presidenta numa live.

Para ouvir clique aqui e, em seguida, no play

Assuntos para comentário na segunda-feira 15 de março de 2021

1 – Haisem – Sob pressão, Bolsonaro busca substituto para Pazuello – Esta é a manchete de primeira página da edição impressa do Estadão de hoje. Ela significa uma esperança de ser, afinal, adotado um combate adequado à pandemia ou apenas a perspectiva de mais do mesmo

2 – Carolina – Média anual de morte sobe sete vezes na pandemia – Este é o título de chamada na primeira página do jornal da abertura desta semana. Em que essa notícia pode ajudar a conscientizar as autoridades e a sociedade sobre a gravidade das conseqüências funestas do contágio da covid 19 entre nós

3 –Haisem –  Silveira vai para prisão domiciliar com tornozeleira – Este é o título de uma chamada na primeira página do jornal desta segunda-feira. Que conseqüências terá essa decisão do relator da prisão do deputado federal do PSL, ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, sobre a democracia no País

4 – Carolina  – Marcelo Brigadeiro não perdoa Bolsonaro – Este é o título do vídeo da série Nêumanne Entrevista com o youtuber e mestre de MMA que apoiou a candidatura do presidente da República em 2018 e, desde o aparecimento do novo coronavírus, passou para a oposição implacável ao governo, no Blog do Nêumanne no Portal do Estadão

5 – Haisem – Banco Central vive dilema de ter de subir juro na crise – Este é outro título de chamada de primeira página no Estadão de hoje. Que conseqüências a eventual decisão poderá trazer para a gestão da crise econômica durante o colapso da saúde pública no País

6 – Carolina – Poesia e Bahia de Antônio Lins – Este é o título do vídeo da série Dois Dedos de Prosa, editado no Blog do Nêumanne no Portal do Estadão desta semana. Pode nos dar uma ideia do que há de interessante em sua conversa com o poeta, jornalista e radialista baiano

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.