As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Papo para ocultar queda da economia

Para compensar queda do PIB e redução do auxílio pela metade Bolsonaro apelou para prestidigitação de Guedes e apetite do Centrão por verbas do Orçamento

José Nêumanne

02 de setembro de 2020 | 23h47

No café da manhã com Centrão, Bolsonaro dividiu com parceiros Nogueira e Barros, do Centrão, ônus da queda do PIB e redução do auxílio. Foto: Marcos Corrêa/PR

Os números divulgados na terça-feira 1 de setembro pelo IBGE para o PIB do segundo trimestre de 2020 constatam a maior queda da série histórica iniciada desde 1996, uma retração de 9,7% com respeito ao primeiro trimestre do ano. O crescimento do primeiro trimestre foi também revisado para baixo, ao invés de uma queda de 1,5% contra o último trimestre de 2019, os dados do IBGE apontam para uma queda de 2,5%. Na tentativa de reduzir desgaste do impacto Bolsonaro reuniu Guedes e líderes do Centrão para vender reforma administrativa que não reduz gastos enormes com funcionalismo e passa para futuro remoto possibilidade de fazer economia prometida.

Para ouvir o comentário clique aqui e, em seguida, no play

 

Assuntos para comentário da quarta-feira 2 de setembro de 2020

1 – PIB tem queda histórica de 9,7% no segundo trimestre – revela chamada no alto da primeira página da edição impressa do Estadão de hoje. É possível ao cidadão brasileira recuperar a própria economia doméstica com a velocidade e a tranqüilidade anunciadas pelo governo

2 – Privilégio de servidor atual será poupado em reforma administrativa – É a manchete do jornal hoje. Você acha que essa denominação reformista é real ou não passa de uma retórica eleiçoeira

3 – Desgastado, Dallagnol deixa chefia da Lava Jato – é mais uma chamada no alto da primeira página do jornal de hoje. O que, a seu ver, motiva essa mudança importante no comando judicial do combate à corrupção

4 – Tribunal encerra ação penal contra Lula – informa chamada de capa do Portal do Estadão neste momento. O que motivou essa decisão e quais serão suas conseqüências nos panoramas político e administrativo no Brasil

5 – Religião, crime e voto – este é o título de seu artigo na página 2 do Estadão de hoje. Quais são suas conclusões a respeito dessa receita eleitoral que mistura fé e criminalidade no mesmo caldeirão político nacional

6 – Ministério Público conclui investigação sobre “rachadinha” em gabinete de Flávio – Este é o título de chamada de capa do Portal do Estadão neste momento. Em que a mexida no governo do Estado do Rio pode alterar as conseqüências policiais e jurídicas sobre os mandatos do primogênito do presidente da República, Jair Bolsonaro, e deste próprio

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: