Palocci entrega Lula de novo
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Palocci entrega Lula de novo

Palocci repetiu ao juiz o que já contou em delação premiada à PF: a barganha de Lula com as montadoras, dando-lhes benefícios fiscais em troca de propina para filho "promover futebol americano"

José Nêumanne

07 Dezembro 2018 | 13h31

Palocci e Dirceu eram homens fortes e inimigos no primeiro governo Lula e hoje um está de tornozeleira em casa e o outro, solto por aí. Foto: Roberto Castro/AE

Palocci contou ao juiz Ricardo Leite o que já havia relatado em delação premiada a propina que Lula disse ter recebido de montadoras de automóveis – de R$ 2 milhões a R$ 3 milhões – para financiar empresa promotora de torneios de futebol americano do filho Luís Cláudio em troca de MP beneficiando-as com renúncia fiscal. A defesa do petista alegou que a conversa não teve testemunhas, o que foi confirmado pelo delator, mas a autorização do TRF-4, por 2 a 1, para o ex-ministro da Fazenda do ex-presidente e ex-chefe da Casa Civil de sua sucessora, Dilma Rousseff, sair da cadeia e cumprir pena em casa denota que a PF considera boas suas informações para produzir as provas necessárias.

(Comentário no Jornal Eldorado da Rádio Eldorado – FM 107,3 – na sexta-feira 7 de dezembro de 2018, às 7h30m)

Para ouvir clique aqui e, em seguida, no play

 

 

Assuntos para comentário da sexta 7 de dezembro de 2018

1 – Haisem – O que Palocci revelou de tão importante ao juiz Ricardo Leite em Brasília sobre favorecimento de Lula ao filho

2 – Carolina – Recentemente Temer também favoreceu montadoras de automóveis com pacote de benefícios fiscais

3 – Haisem – Em entrevista por carta à BBC, Lula diz que Moro fez política e agora se beneficia disso

4 – Carolina – PGR denuncia Dilma e Mantega por improbidade no caso das pedaladas fiscais que motivou seu impeachment

5 –Haisem – Defesa de Haddad diz que se houve pagamento da UTC não foi pra ele, mas, sim, para o PT

6 – Carolina –  Líder do PT na Câmara entra com ação na PGR contra Flávio e Michelle Bolsonaro por movimentação atípica de 1,2 milhão do ex-assessor dele, PM Fabrício José Fábio de Queiroz,  e cheque de 24 mil reais para a futura primeira-dama.

7 – Haisem – O funcionário que acompanhava Lewandowski no vôo era Alexandre Magno Andrade Gorga, ex-motorista do atual advogado de Lula Sepúlveda Pertence e atualmente chefe da segurança dos dignitários do STF

8 – Entrevista da semana no Blog do Nêumanne é com educadora e editora Márcia Lígia Guidin, que se diz a favor da instrução suprapartidária, contra o PT e a escola sem partido