Os segredos da mala
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Os segredos da mala

Loures, filmado correndo de uma pizzaria com R$ 500 mil, vira réu na primeira instância

José Nêumanne

11 de dezembro de 2017 | 17h59

Loures, peça-chave da investigação do “quadrilhão do PMDB”, tem muito a revelar sobre malaf Foto: André Dusek/Estadão

A notícia de que o deputado federal afastado e ex-assessor de extrema confiança de Temer Rodrigo da Rocha Loures, filmado ao sair às pressas da Pizzaria Camelo carregando uma mala com R$ 500 mil, que, segundo Joesley Batista, da JBS, que se fez passar por ele para entrear à noite no Palácio do Jaburu para um encontro com o presidente, seriam destinados a este, virou réu na primeira instância é alvissareira por dois motivos. Primeiro porque ele mesmo, pelo visto, não ficará impune sob a égide do STF. A segunda é que a investigação do caso em si não será extinta com a volta à alçada do STF, como queria Carnelós, o advogado do chefe do governo. Este é um dos assuntos do Estadão às 5, transmitido pela TV Estadão direto de seu estúdio no meio da redação do jornal, ancorado por Emanuel Bomfim, comentado por mim e retransmitido pelas redes sociais Twitter, Periscope Estadão, Youtube e Facebook na segunda-feira 11 de dezembro de 2017, às 17 horas.

Para ver o vídeo clique aqui