Os fura-fila e uma vacina só nossa

Em dia de recorde de óbitos por covid, empresáros foram flagrados em vídeos furando fila para a vacina, São Paulo entra em colapso mortuário e Butantan anuncia novo imunizante exclusivamente nacional

José Nêumanne

26 de março de 2021 | 19h32

Nova vacina anunciada pelo Instituto Butantan, a Butanvac, não dependerá de insumos estrangeiros, como a Coronavac, produzida a partir de matéria-prima chinesa e indiana. Foto: Reprodução

Seis vídeos obtidos pela reportagem do Estadão mostram pessoas sendo vacinadas na noite de terça-feira, 23, na garagem de uma empresa de transporte em Belo Horizonte. As imagens foram gravadas por vizinhos do local, que denunciaram um esquema clandestino de imunização contra a covid-19 pela viação Saritur. O vaivém ocorreu após as 20h, quando já estava em vigor o toque de recolher determinado pela prefeitura. O Ministério Público Federal e a Polícia Federal de Minas investigam o caso. Vacina clandestina, a rima cretina de uma república assassina. O Instituto Butantan criou uma possível nova vacina contra a covid-19, e pedirá autorização à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para iniciar ensaios clínicos em humanos. Enfim, a perspectiva de uma vacina exclusivamente brasileira contra a pandemia.

Para ouvir comentário clique aqui e, em seguida, no play

 

Assuntos para comentário na sexta-feira 26 de março de 2021:

1 – Haisem – Ministério Público Federal abre investigação sobre vacinação clandestina em Minas – Esta é a manchete da edição impressa do Estadão nesta sexta-feira. Você se surpreendeu com a notícia do crime envolvendo um assunto nobre como o é a imunização dos brasileiros

2 – Carolina – Saúde registra mortes e ignora protocolo para a covid – Este é o título de uma chamada de primeira página do jornal hoje. O que poderia justificar esse desleixo por parte da autoridade pública a respeito de um assunto que envolve o mais precioso direito do cidadão, a própria vida

3 – Haisem – Butantan cria vacina e vai pedir autorização para testes – Este é o título de uma chamada de capa no Portal do Estadão. Qual é a importância dessa notícia dada exatamente no instante em que o registro de mortes e casos da pandemia atinge seu ponto mais alto

4 – Carolina – Em alta inédita, cartórios dobram registros de mortos por covid em 20 dias – Este é o título de chamada de primeira página do noticiário do Uol. Em que essa estatística terrível deveria alterar o discurso negacionista do presidente da República, que continua desprezando a pandemia provocada pelo contágio do novo coronavírus

5 – Haisem – Bolsonaro admite afastar assessor após gesto ofensivo – Este é o título de outra chamada de primeira página do Estadão de hoje. O que revela essa possibilidade e por que a decisão correta a ser tomada ainda não o foi

6 – Carolina – Orçamento “maquiado” gera bloqueio de 30 bilhões – Este é o título de mais uma chamada de primeira página no jornal. Por que esse tipo de malandragem contábil ainda acontece na gestão pública, apesar de todas as punições previstas para isso na lei

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.