Os filhos de Bolsonaro
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Os filhos de Bolsonaro

Ou o presidente acaba com a "filhocracia" instalada no poder da República ou as crises provocadas pelos três filhos políticos - Eduardo, Flávio e principalmente Carlos - detonam seu governo e prejudicam o Brasil

José Nêumanne

14 de fevereiro de 2019 | 11h13

Presidente volta para o Palácio Alvorada, onde mora, em plena efervescência de mais uma crise criada pelo filho Carlos. Foto: Dida Sampaio/Estadão

Flávio Bolsonaro tomou chá de sumiço quando eram recolhidas assinaturas para a CPI da Lava Toga no Senado e, assim, não contribuiu para tirar a cúpula do Judiciário do caminho da renovação da política prometida por seu pai e seu partido ao eleitor. Seu irmão Carlos, que não dá ao pai, o presidente Jair, um segundo de solidão, sossego e meditação, pois está sempre a seu lado, acaba de criar uma crise em pleno Palácio do Planalto. Como a saúva dos tempos de Monteiro Lobato, ou Bolsonaro acaba com sua filhocracia ou esta acaba com o governo dele e, em consequência, com o Brasil. Se gostar deste vídeo, por favor, dê um like, inscreva-se no meu canal, clique no sininho para ser avisado quando gravar os próximos e compartilhe-o no Twitter e no Facebook. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver o vídeo no YouTube clique aqui

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: