Os Bolsonaro e o Coaf
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Os Bolsonaro e o Coaf

Bolsonaro não é investigado no Coaf nem pode ser processado pela movimentação atípica de R$ 1,2 milhão, mas a encrenca é notícia, sim, por envolver sua família, o filho Flávio e a mulher, Michelle

José Nêumanne

07 Dezembro 2018 | 12h40

Bolsonaro com o filho Flávio recebendo visita do embaixador do Japão, Akira Yamada, no CCBB. Foto: Rafael Carvalho/Governo de transição

A movimentação de R$ 1,2 milhão na conta de um PM e assessor parlamentar da Alerj do deputado federal eleito Flávio Bolsonaro é mesmo atípica e o Coaf existe exatamente para desvendar esse tipo de operação, que, envolvendo filho e Michelle, mulher do presidente eleito, Jair Bolsonaro, é notícia, e não uma “tentativa de envolvimento”. Por enquanto, é apenas um dissabor, mas o futuro chefe do governo, que nada tem a ver com a operação em si, está envolvido por laços de sangue e do matrimônio. Se gostar deste vídeo, por favor, dê um like, inscreva-se no meu canal e clique no sininho para ser informado das próximas gravações e publicações. Se quiser, poderá me encontrar diariamente no Blog do Nêumanne, Política, Estadão (https://politica.estadao.com.br/blogs/neumanne/) e no meu site Estação Nêumanne (www.estadao.com); de segunda a sexta-feira, às 6h, no Estadão Notícias e, às 7h30m, no Jornal Eldorado da Rádio Eldorado – FM 107,3 (eldorado@estadao.com.net); e esporadicamente no Estadão às 5, aqui mesmo no YouTube. Sempre direto ao assunto. Inté. E Deus é mais!

Para ver o vídeo no YouTube clique aqui