Oposição sem noção
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Oposição sem noção

Esquerda na oposição, sem noção da realidade, se arrisca a perder relevância no jogo político

José Nêumanne

12 de outubro de 2016 | 10h02

De que é que Haddad ri depois de derrotado?

De que é que Haddad ri depois de derrotado?

O massacre eleitoral de 2 de outubro no primeiro turno das eleições municipais esmagou os partidos de esquerda desde o mais poderoso, o PT, até o que parece predestinado a não sair do limbo, a Rede de Marina Silva. Esta, que costuma esconder-se e calar no período posterior ao eleitoral, fez uma avaliação correta, que não se limita a sua agremiação, mas atinge de cheio o PT e seus aliados: já que não mudou o panorama, ele precisa mudar. A maior manifestação de alienação da política no País foi dada pelos militantes que se reuniram na Paulista para lançar a candidatura de Haddad, prefeito derrotado no primeiro turno para a reeleição, a governador do maior Estado brasileiro.

(Comentário no Direto da Redação 3 da Rádio Estadão – FM 92,9 – na terça-feira 11 de outubro de 2016, às 17h35m)

Para ouvir clique aqui e, aberto o site da emissora, 2 vezes no play sob o anúncio em azul